Tuesday, October 20, 2009

Escrever no computador ou com caneta e papel activa partes diferentes do cérebro

"There was some research done into what parts of the brain were triggered when writing at a computer versus what parts were triggered when writing with a pencil and paper. The experiments showed that writing by hand triggered activity in significantly different portions of the brain than when writing at a computer. (See Mozarts Brain and the Fighter Pilot book.)"

Há uma diferença nas capacidades motoras exigidas para as duas actividades, mas os estudos mostram que se vai muito para além disso. A verdade é que pensamos de forma diferente, estando no computador ou com a caneta na mão. Isso tem implicações na criatividade. Quando mudamos a forma como registamos os nossos pensamentos, alteramos os neurónios que disparam no cérebro. Usar neurónios diferentes permite estabelecer diferentes tipos de ligações e associações neurológicas.

Por isso, se mudarmos a forma de escrever frequentemente, podemos atingir o nosso potencial mais elevado. Sempre que muda de ferramentas faz novas associações de ideias. Os compositores usam este método há séculos: mudan de instrumento de música quando estão a compôr. Pensam assim no "problema" musical de forma diferente.
Confesso que escrevo metade dos meus livros em blocos e metade em computador. A junção dos dois dá-me uma abordagem mais completa. Há várias formas de estimular a criatividade, e concordo com a que fornece o autor de Productivity 501
- Mude o local físico onde trabalha: com o computador portátil, experimente ir para uma esplanada e ver o que se passa...
- Fale com outra pessoa. Discuta com alguém que está completamente fora da sua área. O processo de definir o problema para alguém novo permite obter clareza...
- Faça uma actividade que não tem nada a ver, melhor se for algo que nunca fez antes! Tomar café num sítio diferente, mudar de país... A ideia não é passar a vida a mudar de ferramenta ou cenário, mas fazê-lo de vez em quando... com um objectivo criativo

No comments: