Wednesday, April 29, 2009

O seu cérebro no Facebook

A Internet aumenta a produtividade, mas um estudo revela que os alunos da universidade que usam o Facebook têm notas inferiores e estudam menos. Vejam na revista Science Daily.
Uma professora da Universidade do Kansas, Nancy Baym, está também a estudar o impacto do networking social em relacionamentos. "Nos anos 90 Stanly Milgram afirmou que todos estamos ligados por seis graus de separação, ou sixdegrees.com. Queremos encontrar pessoas que conhecem pessoas que já conhecemos em vez de estranhos totais. Por isso, em vez de ter sites de encontros, o ideal é ter perfis de pessoas que têm amigos comuns", defende Nancy Baym.
O Facebook tem 175 milhões de utilizadores activos. Criado por estudantes de Harvard, o seu público maioritário é neste moneto um grupo com mais de 35 anos.
Por comparação, estudos em sites de segmento, como o Last.fm, mostram que amizades com base em gostos musicais semelhantes são mais frágeis para estabelecer relacionamentos duráveis.
Em 300 amigos do Facebook, talvez apenas 40 sejam realmente amigos. "Mas ter um elo fraco nos relacionamentos dá-lhe acesso a muitos recursos que não teria de outra forma. Os amigos a sério não sabem muita coisa que nós não saibamos. Há fragmentos de informação, sabedoria e apoio social que apenas pessoas com ligações fracas podem transmitir umas às outras"...

No comments: